A  LAPSIS

Recordando a máxima do poeta 'A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida', assumimo-la como mote para vos dar a conhecer não só o centro mas também a forma como trabalhamos e o que julgamos trazer de inovador.

Ao longo da vida surgem sinais de desencontro da pessoa com os outros ou consigo mesma que na infância e adolescência passam por perda ou excesso de apetite, perturbação do ritmo do sono, irrequietude, depressão, agressividade, desinteresse, angústias relacionadas com a transformação corporal e mental a que chamamos crescimento o que tantas vezes influencia o desempenho escolar.

Tentando ser o mais abrangente possível, trabalhando a especificidade, a Lapsis dispõe de uma equipa multidisciplinar para fazer face às diversas problemáticas que se nos deparam. Por via da comunicação, nunca perdendo de vista a criança ou o adolescente incentiva-se também a participação dos pais e dos professores neste processo.

Procuramos assim criar as condições possibilitantes da arte do encontro consigo mesmo, com os outros, com o desejo de conhecer e de crescer, com o mundo, com a vida.

 

Mestre Paulo Pereira,

Diretor da Lapsis